Com clima quente, dentro e fora de campo, Taça das Favelas São Paulo definiu as últimas vagas para as oitavas de final, no domingo

05 de Maio de 2019



por Géssica Esteves*

 

O domingo na Vila Manchester foi de muito sol, fortes emoções, e arquibancadas lotadas para acompanhar a definição das últimas vagas masculinas e femininas para as oitavas de final, da edição 2019 da Taça das Favelas São Paulo, campeonato organizado pela Central Única das Favelas (CUFA) e produzido pela Infavela. O torneio começa a afunilar e entra em contagem regressiva, são apenas mais três semanas, até a grande final que será realizada no estádio do Pacaembu, dia 1 de junho.

 

Complexo BNH 1 (2)x(1) 1 Favela Jardim Colombo - Feminino

As seleções entraram em campo com uniformes extremamente parecidos, mas para não dificultar o trabalho dos árbitros e da equipe de narradores que transmitem ao vivo todos os jogos da Taça das Favelas São Paulo, através da plataforma Mycujoo, a seleção do Complexo BNH seguiu jogando de colete verde, enquanto a Favela Jardim Colombo seguiu estreando seu uniforme azul. O jogo foi equilibrado com chances de gols para as duas equipes, mas até o fim do primeiro tempo ninguém conseguiu disparar o marcador. No segundo tempo, Thais Alessandra, camisa 9, abriu o placar para a Favela do Jardim Colombo. No duelo das camisas 9, Camila, também marcou para o Complexo BNH levando a decisão para a marca do cal. Nas penalidades, a seleção do Complexo BNH levou a melhor, e segue classificada para a próxima fase do campeonato.

 

Parque Santa Madalena 2 (1)x(3) 2 Favela 1010 – Rio Pequeno - Masculino

Os atletas trouxeram para o campo todo o ensinamento e força das palavras que seus professores disseram no vestiário, minutos antes da partida. “A gente vai entrar em campo para dar o nosso melhor”, disse o professor do Parque Santa Madalena. “Se fosse fácil nós não estaríamos aqui”, disse o professor da Favela 1010 – Rio Pequeno.

Os atletas das duas seleções buscaram o gol do início ao fim, não existe bola perdida quando se trata do jogo da vida. Gabriel Jesus, camisa 9, abriu o placar para a Favela 1010, mas Pitoko, também camisa 9, não deixou barato e encerrou o primeiro tempo com o empate para o Parque Santa Madalena. O segundo tempo do jogo continuou equilibrado, mas a seleção do Parque Santa Madalena marcou firme e não deu espaço para que o atacante adversário Gabriel Jesus chegasse na bola. Bibinha, camisa 11, fez o gol da virada para o Parque Santa Madalena, mas Vanderson, empatou novamente para a Favela 1010, deixando a partida ainda mais emocionante e levando a decisão para as penalidades. Não foi nada fácil, mas a Favela 1010 – Rio Pequeno conseguiu se classificar para as oitavas de final da Taça das Favelas São Paulo 2019.

 

 

Paraisópolis 3x2 Morro do Damasceno - Feminino

Dos jogos femininos, essa foi a partida mais emocionante do domingo de jogos na Vila Manchester. O jogo começou equilibrado, com um bom toque de bola das duas equipes e chances de gol. O primeiro tempo terminou com o Morro do Damasceno na frente, após uma assistência de Juciara, Franciele, camisa 14, balançou as redes. Ao voltarem do intervalo, as meninas do Morro do Damasceno não deram espaço para a seleção do Paraisópolis, que com o resultado de 0x1 poderia se despedir do torneio logo na estreia do time, assim como ocorreu com a seleção masculina. As meninas do Paraisópolis não desistiram, e em uma recuperação fantástica, marcaram 3 gols em menos de 10 minutos. Angélica, camisa 20; B. Hanna, camisa 10 e Marluce, camisa 9, são as craques que salvaram a partida. Após essa virada impressionante, as meninas da seleção do Morro do Damasceno ainda brigavam pela vaga, e diminuíram a diferença com um gol de Taina Monteiro, mas chegou a hora do apito final, e a festa foi da Favela Paraisópolis que segue representada pelo futebol feminino de olho no título Taça das Favelas São Paulo 2019.

 

Cohab José Bonifácio 2x3 Pantanal Jardim Helena - Masculino

O jogo foi pegado do início ao fim, e muito disputado também. Aos 5 minutos do primeiro tempo, Matheus Almeida abriu o placar para o Jardim Helena. Ao iniciar o segundo tempo, com assistência de Matheus, Renan ampliou o placar marcando o segundo gol do Pantanal Jd Helena na partida. Na sequência, Matheus Almeida teve mais duas chances de gol, dando trabalho para o zagueiro Kauan, da Cohab José Bonifácio. Como o jogo só acaba quando o juiz apita, Breno correu atrás do prejuízo e marcou para a seleção da Cohab José Bonifácio. Na sequência o zagueirão Kauan, deixou tudo igual mantendo viva a esperança da Cohab José Bonifácio para a classificação. Quando o jogo caminhava para o fim do segundo tempo, logo para as penalidades, um pênalti foi marcado, ainda no tempo normal, a favor da seleção do Pantanal Jardim Helena, e Bruninho converteu. É Pantanal nas oitavas de final!

 

Favela do Gelo 0 (1)x(2) 0 Complexo Parelheiros - Feminino

O primeiro tempo foi muito equilibrado entre as duas equipes, a Favela do Gelo chegou com maior posse de bola e criando mais chances de gol, mas quando a bola sobrava no pé das meninas do Complexo Parelheiros, elas aceleravam o ritmo do jogo, dando trabalho para a goleira Monique, da Favela do Gelo, que teve uma excelente atuação ao longo da partida. No segundo tempo, o jogo não evoluiu muito e acabou no 0 a 0. Nas penalidades, a goleira Gislayne, do Complexo Parelheiros, brilhou, e com duas belas defesas, garantiu a classificação da sua seleção no campeonato.

 

Favela do Oratório 2x1 Favela Jardim Mutinga Munhoz - Masculino

O primeiro tempo foi marcado por muitos passes errados das duas equipes, Richard conseguiu furar a zaga da Favela do Oratório e abriu o placar para a Favela Jardim Mutinga Munhoz. No segundo tempo, a Favela do Oratório recuperou o placar e Tom também balançou as redes. Com muita categoria, Neemias, em uma cobrança de pênalti, decidiu a partida com a classificação da Favela do Oratório para a próxima fase da Taça das Favelas São Paulo 2019.

 

Complexo Alba 1x2 Santa Terezinha - Feminino

O último jogo feminino da rodada começou equilibrado, com chances de gol para as duas equipes. “Vanessa, tem que caprichar no passe!”, era o pedido do professor das meninas da favela Santa Terezinha que estava aos berros no banco. Vanessa caprichou, e na sequência Ana Gabriela abriu o placar deixando a Santa Terezinha com a vantagem no primeiro tempo. Mesmo com à frente no placar, o professor da Santa Terezinha estava preocupado, a equipe de transmissão dos jogos Taça das Favelas São Paulo estava posicionada próximo ao banco de reservas e pôde ouvir com exclusividade o esquema tático do professor. “Fecha o meio! Quero duas na frente, e duas no meio!”. As meninas obedeceram, e voltaram do intervalo sem deixar espaço para a seleção Complexo Elba jogar. Mas Melissa encontrou o seu espaço para marcar o empate. Ao final do segundo tempo, Micaela marcou para a favela Santa Terezinha, e levou sua seleção para as oitavas de final do campeonato.

 

Complexo Vila Izabel 1x2 Complexo Vila Júlia Perracine - Masculino

Foi jogo de gigantes, as duas seleções brigaram muito pela última vaga nas oitavas de final da edição 2019 da Taça das Favelas São Paulo. Kaue abriu o marcador para o Complexo Vila Izabel, mas Gustavo também fez bonito e deixou tudo igual. O segundo tempo foi pegado, com as duas equipes buscando o gol que definiria o confronto. Até que o jogador Igor Godói, saiu do banco de reservas diretamente para uma cobrança de falta favorecendo o Complexo Vila Júlia Perracine. E não deu outra, Vila Júlia Perracine avança mais uma etapa no campeonato.

A próxima rodada de jogos da Taça das Favelas São Paulo acontecerá no Centro Esportivo Vicente Feola, na Vila Manchester, Zona Leste da capital, e definirá as vagas para as quartas de final do torneio. A grande final será realizada dia 01 de junho, no estádio do Pacaembu.

A Taça das Favelas São Paulo tem como embaixadores o capitão do pentacampeonato mundial de futebol, Cafu, a ex-jogadora de basquete medalhista olímpica, Marta, e o rapper paulista, Dexter, e conta com patrocínio de PicPay, Friboi, Assaí Atacadista e Uber, apoio de Box Mineiro, Vai Voando, Euro Sports, Globo, Sportv, Comunidade Door, Prefeitura de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Mycujoo e Placar Esportivo, e cooperação da UNESCO.

*Voluntária sob supervisão da assessoria de comunicação da CUFA.





Taça das Favelas 2019 - Todos os direitos reservados.